quinta-feira, setembro 27, 2007

A Família Cigana

A família constitui o núcleo básico de toda e qualquer
sociedade e quanto mais forte, harmonioso e unido
for este núcleo, por extensão, mais sólida e bem
estruturada será a sociedade onde ele está inserido.
Os ciganos vêem cada família como uma célula-mãe,
que contribui para formar um grupo. A família representa
a unidade que, juntando-se a outras, forma o clã, que para
ser respeitado como um todo deve respeitar suas unidades constituintes. Com certeza é este profundo sentido de composição familiar que tem preservado vivo
e unido o povo cigano ao longo dos séculos, não permitindo
inclusive que este sentido se contamine e se degenere com
acontecimentos cada vez mais comuns em nossos dias como a separação entre casais, afastamento de filhos.
Este caos familiar não acontece, às custas de esforço e trabalho amoroso e perseverante dos ciganos, para que
sempre possa reinar tranquilidade na familia. (Ciganos,Os
filhos Mágicos da Natureza-Rosaly Mariza Schepis)

Um comentário:

b disse...

Um povo antigo lida melhor com as estruturas. Eu venho de uma família grande, festeira,que pensei ser unida. Depois da morte de meu pai e meu marido, tudo mudou.
A família era unida.
Hoje,sinto falta até de meus filhos, que mudaram para comigo.
Só não me deprimo completamente, porque sempre entendi que o ser humano é uma criatura solitária.